quarta-feira, 10 de junho de 2015

Livro “A CIA contra a Guatemala” relata experiências do ComunicaSul


Obra de Leonardo Severo com fotos de Joka Madruga será lançado no próximo dia 23 em São Paulo

Como parte da campanha de solidariedade à nação maia, será lançado no dia 23 de junho (terça-feira), em São Paulo, o livro A CIA contra a Guatemala: movimentos sociais, mídia e desinformação (Editora Papiro, 160 páginas, selo Barão de Itararé), do jornalista Leonardo Wexell Severo, com fotos de Joka Madruga.
Compondo o coletivo ComunicaSul, Leonardo e Joka visitaram a Guatemala em 2013 ao lado da assessora sindical Leandra Perpétuo, da professora Monica Fonseca Severo e do cineasta Caio Plessmann. O farto material coletado em mais de dois ml quilômetros de viagens por fazendas, fábricas e portos se transformou num vídeo, que será lançado ainda este ano.
O foco central da denúncia são os abusos contra os direitos humanos e as perseguições antissindicais, que têm sido a tônica do governo guatemalteco. Prova disso é que o país centro-americano se mantém no pódio dos campeões mundiais de assassinatos e desaparecimentos de lideranças, o que tem repercutido nos salários brutalmente arrochados, nos direitos precarizados e no índice insignificante de sindicalização de 2,2%, reduzida a 1,6% no setor privado.